Pergunte-me como o Coaching, pode fazer você, atingir seus objetivos:

Vivemos para aprender não para sofrer

Palavras Chave: Aprendizado, Coach, Coachee, Coaching, Culpas, Culpados, Diagnóstico, Espiral Descendente, Estado de Recursos, PrazerXdor, Reconstrução

Os analfabetos do século XXI não serão aqueles que não conseguem ler e escrever, mas sim aqueles que não conseguem aprender, desaprender e reaprender" Alvin Toffler

O que você aprendeu com este episódio?

Essa é uma pergunta comum no final de uma reunião de Coaching (Processo). Provocar uma reflexão sobre o assunto é mostrar ao Coachee(Cliente) que qualquer episódio em nossas vidas, é repleto de oportunidades para fortalecermos nossa capacidade de ter um repertório de experiências bem resolvidas.

Quando você pode usar esse repertório de experiências bem resolvidas?

Você já ouviu falar na dicotomia Prazer x Dor. Há registros em nossas mentes, que associam um estado físico e neurológico a uma lembrança, você certamente lembra-se de muitos. Basta observar sua atitude física quando vê algo ou alguém que gosta. Perceptível, certo?

Vamos além quando estamos contra as soluções em nossas vidas. É o que chamamos de Espiral Descendente, onde a autoestima, o descrédito, a desesperança, apenas contribuem para que qualquer problema seja intensificado, inspira a procura de culpas e culpados, vitimização, impotência. Quem esta vivendo esse padrão está do lado do problema, da revolta, da vingança e não da solução.

Estado de aprendizagem é : Utilizar a vida em sua plenitude, é quebrar o padrão da Espiral Descendente, buscando qualidade de vida ainda existente. O conceito de qualidade pressupõe continuidade efetiva, buscar soluções inovadoras rumo a: "tudo é possível quando estamos indo ao encontro de uma solução".

Ao repertório de experiências de experiências bem sucedidas, chamamos de Estado de Recursos, muito útil para associar uma atividade com o sucesso anteriormente conquistado. Antes de começar uma atividade, mude seu estado interno: traga para sua mente consciente lembranças de realizações bem sucedidas, sempre associadas a percepções de: alegria, prazer, segurança e confiança. Assuma a postura correspondente. Para exemplificar: Muitas vezes quando uma pessoa está chateada, triste, ao sugerirmos "que ela levante a cabeça", o seu estado muda. É como se você olhasse por cima dos problemas.

"A diferença entre as pessoas que falham em realizar suas metas e aquelas que são bem sucedidas é que estas conseguem se colocar num estado de apoio e segurança (um estado de recursos). Isto é muito diferente de entrar e sair de estados automaticamente, sem controle consciente, sendo controlado por outras pessoas, pela mídia, etc.

Imagine que seu cérebro é um veículo que, se você não dirigir, se você não estiver ao volante, será guiado por outros ou pelas situações - como um barco ao sabor do vento.

Quando formamos uma imagem interna de que seremos capazes de realizar algo, criamos os recursos internos de que precisamos para conseguir o estado que nos apoiará." - Nelly Beatriz M.P. Penteado - Psicóloga e Master Practitioner em PNL

Não deu certo? Você ficou chateado(a)?

"Coaching é uma relação de parceria que revela e liberta o potencial das pessoas, de forma a maximizar o seu desempenho. É ajudá-las a aprender, ao invés de ensinar algo a elas" Timothy Gallwey

Procurar culpas e culpados é estar preso ao passado, é adiar seus projetos e planos. Mudar o foco para aprendizagem modifica o ambiente para diagnóstico. Você passa a analisar os acontecimentos como situações circunstanciais, absolutamente naturais em qualquer processo que seres humanos participam, onde nem sempre ganhamos, porém aprendemos a ser fortes na arte de como chegar à vitória. Seus objetivos podem ser enriquecidos com mais essa experiência, em resumo, você estará voltado a prognosticar, ao:

- selecionar forma e cuidados na ação:
- ser flexível o suficiente para mudar sempre que necessário;
- ser proativo sempre: estar do lado da causa e da solução;
- ser resiliente: saber agir na adversidade e sair transformado positivamente.

Com esse enfoque você não terá medo de fracassar, pois conhece o caminho, seus impedimentos, suas vantagens e, principalmente, sabe como refazer quantas vezes forem necessárias. Quando eu termino uma reunião de Coaching, também faço perguntas chave para minha evolução nessa arte de gostar de pessoas:

O que eu aprendi com essa reunião que acabei de conduzir?
Eu soube ouvir e entender na medida certa?
Eu soube fazer uma ponte para o futuro com o meu Coachee?

Desde o primeiro momento que eu resolvi ser Coach, fiz um pacto comigo de estar sempre em reconstrução. Cada conversa, cada vitória do meu cliente, cada vibração que faço, é uma oportunidade de aperfeiçoar minha atividade e metodologia. Essa é a razão de colocar em meus artigos e missão de vida, que sou uma Coach em constante reconstrução. Afinal: Viver é afinar um instrumento, de dentro pra fora, de fora pra dentro. A toda hora, todo o momento...Tudo é uma questão de manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo! - Walter Franco, na canção Serra do Luar

Acompanhe com Leila Pinheiro essa deliciosa canção:


   

 

 

 

 

Master Practitioner em PNL

Click aqui para falar comigo ==> atendimento@coachviaconte.com.br

Elza Conte - Uma Coach que acredita em constante reconstrução.